O governador Paulo Câmara (PSB) se reuniu, na manhã desta sexta-feira (8), com o ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto.
O governador Paulo Câmara (PSB) se reuniu, na manhã desta sexta-feira (8), com o ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto.Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Depois da reunião com o ministro Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, nesta sexta-feira (08), o governador Paulo Câmara comemorou o início de uma maior interlocução com o Governo Federal para garantir parcerias e investimentos, com a sinalização do ministro de que parcerias com o Governo do Estado estão nos planos da União.

"A gente tem tido a capacidade e a busca de parcerias a todo tempo. O Nordeste é uma região que precisa de um olhar diferenciado. É uma região que ainda tem muito o se que fazer e muito o que se desenvolver. 28% da população brasileira está no Nordeste e o PIB representa menos de 13%", avaliou o governador.

Leia também:
Paulo Câmara se reúne com ministro Gustavo Canuto
Paulo e Geraldo confirmam consolidação do HUB da Azul
João Campos pede criação de comissão para evitar desastres em barragens


Segundo Paulo, o desenvolvimento do país precisa ser equilibrado. "A gente quer que o Brasil cresça, desenvolva, gere emprego, mas quer que isso venha acompanhado do desenvolvimento da nossa região também. Então vamos ter essa discussão, o Ministério do Desenvolvimento Regional tem um papel importante para o olhar das regiões, para o olhar do futuro, para as obras estruturadoras, para as parcerias, para ter uma estratégia realmente que faça o Brasil ser mais justo, mas igual e que o NE seja incluído nisso", destacou.

Ao contrário das queixas do governador ao presidente Michel Temer (MDB), a quem criticava por "parseguição política", ao menos nesse início de governo, Paulo Câmara tem reconhecido a boa relação institucional que está sendo estabelecida entre os poderes. "Os recursos estão saindo, não tem nenhum contigenciamento", disse, após a reunião.

assuntos

comece o dia bem informado: